Quem tem um cachorro com medo de trovão em casa já está familiarizado com a rotina. Começam os primeiros ruídos no céu e o pet logo muda o comportamento: o corpo fica retraído, o rabo se acomoda entre as pernas, alguns correm para a caminha, para debaixo do sofá ou para onde quer que se sintam protegidos.

Em casos mais graves, o pet pode até fugir de casa ou apresentar reações fisiológicas mais graves, como taquicardia e convulsões. Se o seu cãozinho é filhote e ainda não encarou nenhuma tempestade, vale a pena fazer um treinamento para acostumá-lo às trovoadas.

Já se o amigo é adulto e medroso quando o assunto é barulho alto, não se desespere. Com algumas medidas, dedicação e paciência, é possível, sim, começar a reverter o quadro.

Por que cachorro tem medo de trovões?

Mas para entender por que cachorro tem medo de trovão, podemos pensar em como reagimos a ruídos altos. Depois de levar um baita susto, a primeira coisa que fazemos é tentar entender de onde vem o barulho. Isso nos ajuda a decidir se ele não passa de um incômodo para os ouvidos ou se de fato representa uma ameaça.

Nesse sentido, experiências anteriores positivas ou negativas influenciam a reação que cada um terá em relação a determinado barulho. Por exemplo, pessoas que já precisaram de ambulância podem apresentar aumento da frequência cardíaca ao ouvir o barulho da sirene.

No entanto, quem nunca teve uma experiência ruim com esse tipo de automóvel costuma encará-lo como apenas mais um dos ruídos da cidade. Sendo assim, é importante entender a raiz do susto do cachorro com medo de trovão.

De volta aos cães, a princípio eles não sabem qual é a origem e o significado dos trovões. Para eles, como qualquer barulho alto e repentino, o ruído do trovão funciona como um alerta de possíveis ameaças. Daí a importância de acostumar o cachorro a esse tipo de som, mostrando a ele que o ruído alto não é motivo para pânico.

Como acostumar o cachorro ao barulho do trovão?

Especialistas em comportamento canino concordam que uma das melhores maneiras de ajudar o cachorro com medo de chuva é acostumá-lo desde cedo aos ruídos altos. O truque é expor o pet ao barulho dos trovões aos poucos, de maneira controlada. Para isso, uma dica é utilizar áudios ou vídeos com o som.

Por isso, comece colocando o barulho bem baixinho, desviando a atenção do cachorro para algo mais interessante, como um petisco ou brinquedo. Aos poucos, vá aumentando o volume, lembrando sempre de manter o pet entretido.

Para cães que já passaram por uma experiência negativa, de muito medo com os trovões, o processo é semelhante, porém mais demorado. Nesses casos, será preciso dessensibilizar o cão em relação aos ruídos, o que exige um treinamento consistente e muita paciência.

Dependendo do grau de pânico do cachorro, pode ser necessária a ajuda de um especialista em comportamento canino e, em situações mais graves, até o uso de medicamentos.

O que fazer para ajudar a acalmar o cachorro com medo de trovão?

1- Certifique-se de ter fechado bem portas e portões. No susto, muitos cachorros acabam fugindo de casa ao tentarem se proteger. Também não são raros os casos de pets que se machucam gravemente por ficarem presos no portão durante a fuga;

2- Facilite o acesso a um abrigo onde o pet se sinta mais seguro. Pode ser uma caminha, casinha ou mesmo caixa de transportes;

3- Atualmente já existem em lojas como a Petz protetores auriculares que reduzem o impacto dos barulhos. Não resolve por completo, mas ajuda o cachorro assustado;

4- Também em lojas, é possível encontrar feromônios sintéticos que auxiliam o cachorro a lidar melhor com momentos de estresse. Vale a pena apostar neles;

5- Seja carinhoso e demonstre estar disponível para o amigo. Hoje em dia, já não se preconiza mais ignorar o animal. Ao contrário: se ele pedir colo, não hesite em segurá-lo e dar suporte a ele. No entanto, respeite caso ele queira ficar sozinho em seu canto,

6- Em casos mais graves, com quadros de salivação excessiva, paralisia, entre outros, pode ser necessário o uso de medicação para acalmar o pet. Mas atenção! Nunca dê remédios sem a orientação de um veterinário. Converse com um especialista.

Conheça nosso curso de auxiliar de veterinário e saiba tudo sobre o mundo animal!🐶
#vemser💜

Abrir no Whatsapp
Precisa de ajuda?